Caminho infinito.

O amor faz parte do caminho. Só é importante quando conseguimos transmuta – lo. Amar é dar liberdade para o outro expressar – se da maneira que sentir no seu coração. Quando estamos cheios de amor, esse sentimento tão puro, as palavras desaparecem da nossa mente. A mente fica tão cristalina quanto uma gota d ‘ água. Amor também é um sentimento que te faz lutar, que te dá força. Temos muitos exemplos na História: Gandhi, Jesus Cristo, Mandela, Madre Teresa etc. Só podemos conhecer esse sentimento tão puro quando deixamos nossas crenças e nossos padrões. E vamos caminhando por esse caminho infinito da vida…

A rocha.

A rocha, com sua resistência, só vai sentir a gota d ‘ água com o tempo. Do mesmo modo, só vamos perceber o peso das nossas ações no decorrer do caminho. Essa dificuldade que temos de estar conscientes nos coloca em situações complicadas. Perdemos muito por não acreditarmos que a vida só existe no agora. Como já sabemos, a mente associa o tempo todo com memórias já vividas, para que possamos enxergar a realidade. Um dos fatores mais negativo da mente é generalizar. Por exemplo, se uma mulher do passado me fez mal, traiu a minha confiança, é muito provável que, no futuro, eu expresse a ideia de que as mulheres não são confiáveis. Uma segunda abordagem também rotineira que a mente nos prega é a sede de vingança. Vamos usar novamente o exemplo da traição. Se somos traídos, o desejo que aflora é dar o troco na mesma intensidade. É a velha máxima : “Quem com ferro fere, com ferro será ferido”. Temos que mudar isso. Essa associação da mente traz muito sofrimento. O ego detesta se sentir inferior. Toda essa ilusão que vivemos, de que somos superiores, distorce totalmente a realidade. Quando vemos uma pessoa totalmente feliz, em paz consigo mesma, o que vem na mente? Essa pessoa deve ter ganhado muito dinheiro ou está namorando uma pessoa bem sucedida. O que quero dizer com isso? Que o ser humano associa a paz interior e a felicidade ao materialismo. Durante esse caminho que percorri na vida, passei por um momento muito interessante, talvez o mais forte que vivi na minha vida. Eu fui viver a experiência de deixar tudo para trás. Tudo mesmo. Telefone, endereço fixo… e senti uma unidade comigo mesmo. A mente não podia associar que a fonte daquela paz interior fosse alguma coisa material. Nós somos a maior riqueza. Tudo que precisamos está dentro de nós. Temos que sentir segurança em tudo que o universo nos deu e continua nos dando a cada dia.

A consciência plena!

As pessoas sempre querem seguir a filosofia de alguém. Elas se identificam muito com pessoas que já viveram a vida delas. São incapazes de viver pela sua própria energia e sabedoria. Eu acho que as ovelhas gostariam de viver livres, não viver pastoreadas . Por mais que o ser humano precise de laços para viver bem, ele pode viver com sua própria energia e despertar uma consciência. Vamos separar consciência e mente. Como vamos saber se estamos agindo pela consciência ou pela mente? Lembre-se que a mente reage a tudo. E quando vc está na consciência, você apenas observa, sem se identificar. Temos que ser discípulos de nós mesmos… temos que amar nossos sentimentos, nossa maneira de ser. Amar os momentos em que sorrimos, cantamos, choramos, dançamos… sempre vão existir líderes tentando moldar você, e a história mostra isto claramente. Quantos líderes vieram moldando as pessoas, tirando destas o prazer de serem elas mesmas. Eu acredito muito no ser humano. Eu acredito que cada pessoa tem algo muito importante para doar para outra, mas apenas uma doação para despertar, não para encapsular. Eu convido vocês que estão lendo, a viver um dia na consciência plena. Se sentir vontade de gritar, grite… Se sentir vontade de falar de amor, fale. Mas jamais deixe seu campo vibracional do agora. Com certeza, quando você nasce, você nasce com toda a capacidade para trazer algo a este planeta. Algo importante para somar, dividir, transformar, e não para destruir. Só destruímos o planeta quando perdemos a sabedoria. Tenho certeza que, quando você faz mal a uma pessoa, tem algo em você querendo segurar essa energia, que é seu lado bom. Só fazemos maldade quando perdemos o talento da sabedoria. Temos que aprender a nos libertar da maldade. Só vivemos a maldade porque vivemos dentro da mente. A mente trabalha com arquivos prontos. A consciência é diferente, ela busca no momento o que você mais precisa. Vamos observar Deus, imagine o universo na suas infinitas possibilidades… como seria se Deus observasse o universo por meio de uma mente? Ele não enxergaria um palmo na frente do nariz. Mas Ele observa o universo por uma consciência expandida e plena, vendo cada ser como ele é. Imagine as sementes levadas pelo vento,
que são lançadas ao solo. Elas germinam e criam sua própria imagem. Elas simplesmente se manifestam como tem que ser. Não existe um líder moldando sua natureza. Essa coisa de moldar as pessoas vem do lado negro do ego, pois o ego fica feliz em ter o controle das coisas. Há uma satisfação. As pessoas se sentem importantes dominando as outras, pois no fundo há uma energia de carência, pois o carente faz de tudo para ter as pessoas do seu lado. E as dominadas ficam felizes pois sentem que alguém está ditando seu caminho. Isso acontece pq a maioria de nós gosta de tudo pronto. Não é mais fácil pegar o isqueiro e acender o fogo do que descobrir uma nova maneira de introduzir ele? ! O que eu quero dizer com isso tudo, é que muitas pessoas passam por aqui e levam embora muita sabedoria, pois não conseguem colocar em prática. Eu vou dar uma luz para vocês. As pessoas que mais enlouquecem são as pessoas mais inteligentes, com mais criativade. Muitas vezes quando você tem essa criativade vc precisa reprimir ela. Você não pode gritar, não pode pôr para fora. Tudo isso se transforma em doenças psicossomáticas, pânico, depressão. A maior loucura está nos artistas. Quando há uma propensão para o lado artístico, há um fio para o desequilíbrio. Mas tudo isto pode ser resolvido quando você aprender a trabalhar com sua consciência, sendo um observador destas manifestações, canalizando-as da melhor forma. Vamos caminhando, esperando novas inspirações!

Caminho

Durante essa caminhada pela vida, percebi que, quando você muda a si mesmo, tudo ao seu redor também muda. O grande problema do ser humano é querer mudar o externo sem mudar o interno. Mas eu quero deixar bem claro: vocês que estão lendo essa frase, não fiquem muito animados, isso é apenas uma fase do meu transtorno. Eu tenho certeza que todos já observaram que nós temos a capacidade de observar as coisas mais belas da vida e também as maiores desgraças da vida. Mas fique tranquilo, o equilíbrio vem quando somos criativos em olhar os degraus da vida. As vezes, um degrau está quebrado. Temos que ter sensibilidade para ver que os outros estão bons. Ontem fiz uma reflexão sobre a moral e percebi que a moral muda com as circunstâncias. Uma pessoa não consegue ser boa o tempo todo e também não consegue ser ruim o tempo todo. Essa é a grande maravilha da vida. Enquanto uns estão errando, outros estão acertando. E vamos caminhando!