Reprogramação mental

Realidade e Imaginação

Tudo que se cria no subconsciente através da imaginação e realizado pelo nosso consciente.

Para nosso subconsciente não há certo nem errado, simplesmente executa o que for programado.

Com a hipnose há uma mudança desse padrão, través de novas conexões neurais com ligações com fatos do dia-a-dia muda-se o padrão, mas isso depois de se trabalhar os traumas, inseguranças, ou seja, tudo que incomoda a pessoa.
com a hipnose aumenta-se a auto-estima da pessoa deixando-a livre das amarras que criou, por isso há melhoras significativas imediatas, parecem milagre, mas é apenas matemática ou física quântica…
Espero que com a transmissão desse conhecimento que é maravilhoso, eu possa estar ajudando a todos.

A arte da força mental que se faz através dos olhos
A hipnose ou hipnotismo é algo que pouco sabemos mas, seu avanço técnico ajuda a alcançar profundezas do inconsciente que de outra forma, não seria possível.

“A MENTE HUMANA NÃO É FÍSICA, OS REGISTROS NELA CONTIDA SÃO APENAS E SIMPLESMENTE “ENERGIA”QUE, COMBINADAS, GERAM OS SENTIMENTOS, EMOÇÕES, PENSAMENTOS, ETC., CULMINANDO EM ESTÍMULOS E AÇÕES FISIOLÓGICAS, METABÓLICAS, DE MOBILIDADE E COMPORTAMENTO. “
(Luiz Carlos Crozera)

A Hipnologia, nas décadas de 60/70 era utilizada no Brasil apenas como apresentação em circos e palcos. Nesta época, eram raros os livros e cursos, não existiam. Sempre houve dificuldade de alunos para o aprendizado e memorização. Este hipnologista resolveu empregar seus conhecimentos, até então domésticos, como coadjuvante ao método de ensino, alcançando resultados surpreendentes.

Motivado em aprofundar ainda mais suas pesquisas sobre a mente humana, dados inúmeros desafios, foi desenvolvendo sua própria técnica.

Seguiram-se fases de inúmeros desafios. Em 1993 resolveu partir para área da saúde, acreditando que poderia ajudar inicialmente portadores de depressão e obesidade, com aconselhamento médico, acabou por entrar no campo da obesidade, hipertensão e diabete. Sem querer, estava nascendo, mais que um novo conceito – uma nova linha da hipnologia científica.

A Hipnose Condicionativa não é uma junção ou fusão de técnicas, trata-se de uma nova linha da hipnologia, a última foi desenvolvida pelo médico americano Milton Erickson, em 1927, onde uma pessoa em estado hipnótico recebe induções e sugestionamentos voltados às metáforas (Hipnose Ericksoniana), na Hipnose Clássica trabalha-se a regressão de memória, a Hipnose Condicionativa atua diretamente nos condicionamentos mentais que estão divididos em quatro vertentes básicas:
Condicionamentos Internos (fisiológico/metabólico/comportamental), Condicionamentos Externos (meio ambiente), Descondicionamento da mente (bloqueio do emocional negativo), Recondicionamento da mente (implante de novos condicionamentos), abreviando todo e qualquer tipo de tratamento.
Antes de uma sessão de Hipnose Condicionativa, a pessoa passa por uma entrevista, (anamnese), a sessão propriamente dita é dividida em 4 fases:

1) Relaxamento profundo com desligamento neural, mediante indução da voz do terapeuta, possibilitando a abertura do sensor crítico da mente (racional), levando então a pessoa ao estado de sono terapêutico.

2) Baixa-se à freqüência mental e se fixa o nível do sono.

3) Cada caso é um caso, neste momento trabalham-se as técnicas de condicionamento mental: condicionamentos internos (fisiológicos), externos (meio), detecção e bloqueio de causas quando existirem (descondicionamento mental), energização, resignificação e recondicionamento mental, de acordo com a necessidade de cada patologia.

4) Saída do sono terapêutico.

É Importante salientar que durante uma sessão de Hipnose Condicionativa o paciente fica passivo, não fala com o terapeuta, chegamos até as causas dos problemas que um indivíduo possa ter (registros mentais negativos), sem a necessidade de investigar a vida de ninguém, sem invadir a privacidade da vida de qualquer pessoa, o terapeuta condicionativo é apenas um facilitador no processo terapêutico, vamos chegar nas causas dos problemas de um indivíduo de qualquer forma, fazendo uma espécie de rastreamento mental, onde são gastos apenas 45 segundos para que um ser humano, em estado de transe, consiga bloquear o emocional negativo de um ano todo de sua vida, sem a necessidade de trabalhar os fatos isoladamente, tornando assim uma das terapias mais breves que está disponível para humanidade, comparativamente: uma pessoa em depressão profunda, com os métodos convencionais da psicologia e psiquiatria levaria anos de tratamento, na Hipnose Clássica esta mesma depressão pode levar um ano de tratamento, na Ericksoniana de 6 à 8 meses, na Condicionativa de uma até 3 sessões.

Desde 2005 sua missão tem sido preparar e formar profissionais para a prática da hipnose clínica, dando total assistência pós-curso, para que possam conduzir as técnicas com os melhores resultados possíveis, neste momento existem aproximadamente 500 hipnólogos trabalhando as técnicas de Condicionamento Mental em praticamente todos os Estados do Brasil e Portugal, são profissionais das mais diversas áreas da saúde, educação, desportes, recursos humanos e criminalística.

Os pacientes dependentes químicos de qualquer natureza, usuários de calmantes, antidepressivos, bebidas alcoólicas, maconha, cocaína, entre outros, devem se abster do uso 24 horas antes da sessão, esse é um alerta extremamente importante. Em regra geral, para uma pessoa passar por uma sessão de hipnose clínica deve atender os seguintes requisitos: possuir sanidade de consciência, ter a capacidade auditiva funcionando, estar com baixa ansiedade e não estar sob efeito de qualquer tipo de droga química.

Essa técnica de hipnose não contém nenhum risco

É um método mais rápido do que as terapias clássicas, porque se descarta o trabalho investigativo, indo diretamente na causa dos problemas de um indivíduo, bloqueando diretamente o emocional negativo causadores do(s) trauma(s), resgatando a auto-estima e criando mecanismos de motivação e estímulos de acordo com cada necessidade.

A Hipnose Condicionativa está sendo usada também em paises como a Angola,

A situação de Angola está sendo estudada pelo Instituto Brasileiro de Hipnologia, com muito carinho, estima-se mais de 10 milhões de pessoas vivendo sob constante pressão psicológica, devido ao longo período de guerra civil, ainda não inventaram medicamentos para curar traumas (abalos emocionais), a única ciência capaz de chegar na mente e bloquear os traumas é pela hipnologia, o quadro da angola deixa qualquer um perplexo, seria necessário formar um verdadeiro exército de hipnólogos, a única forma para aliviar o sofrimento dos habitantes daquele país, seria fomrar parcerias efetivadas entre o Instituto Brasileiro de Hipnologia e o governo, universidades e instituições angolanas, para efetivação de atendimentos ambulatoriais empregando a hipnose condicionativa.

Idoya, da “Dinastia Rhesus”, caminhando com a segurança de uma supercampeã olímpica, atravessou o portal da ciência abrindo as suas pesadas portas para deixar passar outros caminheiros num futuro próximo. Idoya foi ajudada por um parente seu, o neurocientista Miguel Nicolelis, brasileiro e um dos mais conceituados cientistas da sua área internacionalmente.

O Dr. Nicolelis fez jus à sua fama com a meta que se impôs e que principiou a cumprir com todo o brilho e competência.
Esta meta está fixada no ideal de que num futuro próximo muitos outros caminheiros irão se levantar do repouso forçado onde agora de encontram, para repetirem os passos de Idoya – da “Dinastia Rhesus” – quem acaba de inaugurar uma nova era nesta sua recém inaugurada Olimpíada da Saúde e da Liberdade caminhando os “passos que vão marcar a ciência para

O significado das doenças!!!

Segundo a psicóloga Americana Louise L. Hay, todas as doenças que temos são criadas por nós. Afirma ela, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo.

Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão, diz a psicóloga Americana Louise L. Hay.

Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar.

Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.

Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento.

A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, vale a pena tentar evitá-las:

DOENÇAS/CAUSAS:

AMIDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição à vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de auto-valorização.
DOR NOS JOELHOS: medo de recomeçar, medo de seguir em frente. Pessoas que procuram se apoiar nos outros.
ENXAQUECA: Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro(a).
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORRÓIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSÔNIA: Medo, culpa.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRESSÃO BAIXA: Falta de amor quando criança. Derrotismo.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vitima.. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
RINS: medo da crítica, do fracasso, desapontamento.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
TIREÓIDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar mágoas.. Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo.. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Curioso não?

Por isso vamos tomar cuidado com os nossos sentimentos. .. Principalmente daqueles, que escondemos de nós mesmos.

Quem esconde os sentimentos, retarda o crescimento da Alma’.

Remédios indicados: Auto-estima, Perdão, Amor

‘De todos os homens que conheço o mais sensato é o meu alfaiate.
Cada vez que vou a ele, toma novamente as minhas medidas.
Quanto aos outros, tomam a medida apenas uma vez e pensam que seu julgamento é sempre do meu tamanho’